Área do cliente

Notícias

Ecossistema de Inovação de Alagoas tem dois projetos aprovados em edital

Sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Ideias inovadoras visam a promover transformação digital em indústrias alagoanas

Dois projetos de Alagoas foram selecionados para receber apoio técnico e financeiro, por meio de edital do programa Digital.br, uma iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). O objetivo da ação é estimular políticas públicas, programas e projetos voltados à transformação digital de empresas dos diferentes segmentos econômicos.

Este primeiro edital do programa tem como objetivo acelerar projetos propostos por redes e ecossistemas de inovação que tenham como beneficiárias empresas de micro, pequeno ou médio portes, localizadas na região Nordeste.
As ideias inovadoras de Alagoas foram resultado do trabalho entre a Federação das Indústrias (Fiea), Instituto Euvaldo Lodi (IEL/AL), Sebrae, Ufal, Gabinete de Governança da Prefeitura de Maceió (GGov), Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) e Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon/AL).

A gerente do Núcleo de Inovação e Pesquisa da Fiea/IEL, Eliana Sá, explica que os projetos aprovados foram desenvolvidos com o objetivo facilitar o processo de transformação digital nas empresas alagoanas. “Isso implica em, realmente, impactar positivamente os rumos do Estado nessa transição para um mundo onde tecnologias atuam no aumento da produtividade e delegam ao homem as atividades de inteligência”, ressalta.

Primeiro lugar

O projeto “Marketplace Construção Alagoas” ficou em primeiro lugar no edital do Digital.br, entre 24 propostas de toda a região. A ferramenta digital foi concebida pelo grupo Construção Alagoas em Rede, formado por cinco instituições do ecossistema de inovação de Alagoas (Fiea, Sinduscon, Sebrae, Ufal e GGov).

Na plataforma de negócios online, compradores poderão fazer cotações de todos os quantitativos e qualitativos de produtos, com diversos fornecedores referenciados no mercado. O sistema de referências e pontuação vai diminuir o risco de contratação de pessoas que estão fora do ciclo tradicional de fornecedores da cadeia. Por outro lado, a avaliação dos compradores permitirá a quem vende maior segurança na prestação do serviço ou produto.

Parceria entre o IEL, Sebrae, Secti e UFal, o “Inovalagoas” tem como objetivo inicial a implantação de um programa-piloto de transformação digital em dez indústrias de micro, pequeno e médio portes de Maceió. Elas receberão apoio desde a criação da visão digital, ideação e o desenvolvimento dos projetos, utilização dos dados de forma estratégica e a automatização de processos.

Compartilhe:

Deixe aqui a sua opnião sobre este produto ou serviço.